terça-feira, 7 de abril de 2009

ROTTNEST ISLAND!!!































Após madrugarmos, arrumando nossas "trouxas", fomos andando até a estação do centro de Perth, para pegarmos um trem rumo à Fremantle, onde pegaríamos uma lancha rumo à tão famosa ROTTNEST ISLAND!!!! No meio do caminho, fomos causando com o Kotaro dentro do busão, fazendo ele cantar musiquinhas de carnaval e tentando traduzir para ele entender o significado!! Imaginem vocês, 02 brasileiros (Eu e o Octávio) tentando traduzir "Mamãe eu quero mamar" e "A pipa do vovô não sobe mais"!!!! Hilário demais e confesso que nessa hora, percebi que meu inglês realmente deu um "improve", pois o Kotaro conseguiu entender tudo e estava se mijando de rir, perguntando o porque as pessoas cantavam essas músicas tão estranhas no Brasil!!! Vai saber neh?!!!

Pagamos quase $50,00 para ir para lá de lancha (único meio de transporte), porém já com a ida e volta garantida. Chegamos sem rumo e sem nada certo, apenas com uma mochila cada um e uma barraca na mão!!!! Não tinhamos nem um saco de pão para comer e muito menos uma garrafa de água. A única coisa que tinhamos na mochila era uma caixa de 5L de vinho, pois isso não podia faltar neh?!! Estavámos rezando para encontrarmos algum mercadinho lá!!!! E graças a Deus, encontramos!!!

Rottnest Island fica há uns 40 minutos de Perth (indo de lancha) e confesso que a viagem é cansativa e chega até a enjoar, literalmente!!! Como sou uma pessoa prevenida e bem igual a minha mãe, resolvi tomar um Dramin, só pra garantir e evitar enjôos!!! Foi a melhor coisa que eu fiz!!! O Octávio e mais de 10 pessoas estavam quase vomitando com o balanço das ondas!! Foi tudo muito engraçado. Conhecemos um pessoal da Alemanha que estavam indo também e tratamos de gastar o inglês, só pra dar uma treinada, e tumultuada também!!!

Conforme nos aproximávamos da Ilha, pudemos perceber a mudança de cor da água, que ia ficando cada vez mais límpida e transparente!!! Unido a essa beleza natural, pudemos apreciar um lindo dia de sol, daqueles abençoados por Deus, com um céu azul azul e sem uma nuvem sequer por perto!!! SENSACIONAL!!!

Chegando lá, fomos direto no Centro de Informações para procurar vagas para Camping ou até mesmo um albergue para passarmos a noite. Fomos muito bem recebidos e orientados pelos funcionários de lá e conseguimos, por sorte, achar um quarto vago, para 3 pessoas em um albergue!!! Pronto!!! Já tinhamos aonde durmir, agora faltava apenas um meio de transporte para nos deslocarmos e explorarmos esse paraíso natural e conseguimos encontrá-lo há poucos metros da Central de Informações. Por apenas $10,00 por pessoa, alugamos uma bicicleta cada um para ficarmos quanto tempo quisessemos!!! Aqui em Rottnest Island, não há carros, motos, ônibus, nada!!! Apenas bicicletas e 02 vans que levam e trazem as bagagens dos albergues e campings espalhados pela ilha!!

Porém antes de pegarmos nossas bikes, resolvemos ir até o albergue para deixar nossas malas e trocar de roupas, e decidimos fazer isso a pé!!! Após 15 minutos andando debaixo de um sol de rachar, cansamos e resolvemos pedir auxílio: Ao percebermos a aproximação de uma das vans, nós 3 pulamos na frente da van e começamos a pedir carona, fazendo gestos e brincando com o motorista, mostrando nossas pernas!! Hauhauhauahuahua. Ele só parou por isso!! Deu muita risada e acabou dando uma caroninha pra gente!!!

Após descarregarmos nossas malas, trocarmos de roupas e pegarmos nossas bikes, fomos desbravar a ilha e a cada parada, uma emoção única e diferente!!! É realmente incrível a sensação de estar naquele lugar!!! É um verdadeiro paraíso!!! Águas cristalinas, contato com a natureza, uma infinidade de cores, um paraíso!!! É nessas horas que nos damos conta do quão belo é nossa vida, nossas escolhas e de quão importante é cada momento que nos é dado para viver!!! Nessa hora, fiz uma oração baixinho, agradecendo a Deus pela oportunidade, pela coragem e por eu ter arriscado tudo para estar ali!!! Isso é uma emoção que não tem preço e jamais será esquecida!!!

Visitamos umas 5 ou 6 praias, totalizando 70% da ilha!! No final do dia estávamos quebrados e resolvemos voltar para o albergue para tirarmos um cochilo e nos integrarmos para saber o que rolava de noite!!! Claro que não conseguimos durmir e resolvemos então, ficar tomando um vinhozinho de leve, enquanto apreciavamos o anoitecer e a brisa da noite esfriar cada vez mais!!! Mais tarde, descobrimos que todos estavam se direcionando para a praia, para fazer um luau e resolvemos ir atrás!!! Chegando lá, portanto, percebemos que eram todos adolescentes, e decidirmos ficar apenas nós 3 em outra parte da praia, sentados, conversando, tomando um vinhozinho e apreciando o céu estrelado!!! Este que por sinal me emocionou mais uma vez!!! Eu nunca havia visto, antes, uma quantidade tão grande de estrelas em um único céu!!! Pudemos ver o verdadeiro brilho das estrelas e o poder da natureza!!! Lembrei da minha poesia predileta, a qual eu costumava ouvir minha mãe declamando para mim quando eu era pequeno, e a qual passou a fazer parte de minha vida hoje, a maravilhosa obra de Olavo Bilac, denominada Via Lactea!!!!

Confesso que ao lembrar das estrofes, tudo fazia mais sentido e pude realmente entender o sentido das estrelas, o verdadeiro sentido do amor, pois nesse momento minha mente foi invadida por uma só pessoa, que mesmo distante, continua muito, mas muito próxima de mim, aqui dentro do meu coração: Minha linda!!! Como ja dizia Olavo Bilac:

AMAI PARA ENTENDÊ-LAS, POIS SÓ QUEM AMA PODE TER OUVIDOS CAPAZ DE OUVIR E DE ENTENDER ESTRELAS!!!!

Após o término do nosso galão de vinho, voltamos para o albergue, felizes, cada um com seu sentimento, pensamento e com suas lembranças!! Na volta, um silêncio intenso tomou conta de todos nós. Estávamos realmente emocionados, abalados, porém felizes de estarmos ali todos juntos!!! Em pouco menos de 2 semanas, cada um seguiria seu rumo. Eu estava indo para Sydney enquanto que o Octávio seguiria para o Brasil e o Kotaro voltaria para o Japão, sua terra natal.Tudo seria diferente dali pra frente.

No dia seguinte, acordamos bem cedo, fizemos o check out e entregamos as bikes. Aproveitamos para tomar um café da manhã bem reforçado em uma espécie de pub que havia lá!!! Sentamos de frente para o mar e a saudade já começou a bater!!! Lembramos de todos os momentos que passamos na ilha e demos bastante risada com tudo!!! No começo da tarde, pegamos a lancha para voltarmos a Perth. A volta é semrpe mais demorada neh??!!!

Chegamos em Perth com as baterias renovadas e agora é se preparar para a nossa última semana em Perth!!!

VIA LACTEA - OLAVO BILAC

"Ora (direis) ouvir estrelas! Certo
Perdeste o senso!" E eu vos direi, no entanto,
Que, para ouvi-las, muita vez desperto
E abro as janelas, pálido de espanto...

E conversamos toda a noite, enquanto
A via-láctea, como um pálio aberto,
Cintila. E, ao vir do sol, saudoso e em pranto,
Inda as procuro pelo céu deserto.

Direis agora: "Tresloucado amigo!
Que conversas com elas? Que sentido
Tem o que dizem, quando estão contigo?"

E eu vos direi: "Amai para entendê-las!
Pois só quem ama pode ter ouvido
Capaz de ouvir e de entender estrelas".

Bjos a todos!!!

3 comentários:

FER disse...

Que lugar maravilhoso!!
Fiquei encantada com as fotos... E por isso que te digo, O BLOG NÃO PODE PARAR!! Vendo essas paisagens magnificas só aguça ainda mais a minha vontade de ir para Perth LOGO!!
Muito bom ter notícias suas e saber que você aproveitou muito seus últimos dias em Perth.
Beijos

elaine disse...

Arre!! Rabito!!! Até que enfim, vc resolve escrever!!
Essa ilha é belíssima mesmo.Quer dizer que vc se lembrou da poesia do Olavo Bilac??????
Também com um céu estrelado do jeito que vc contou, só mesmo o velho Bilac né? Mas...essa poesia é a minha preferida.
Veja se não demora muito a postar seu blog.Beijos, amo vc.

sua pati disse...

Porque desde sempre voce escreveu esse poema pra mim... Eh muito bom ler essas declaracoes. Eu te amo muito e assim vamos ha quase 1 ano longe. E cada foto que vejo ou cada email que leiop so consigo te amar mais e mais!