terça-feira, 3 de junho de 2008

UM POUCO DE TURBULÊNCIA!!

Passada toda a melancolia da despedida no Brasil, peguei o avião, em São Paulo com destino à Santiago, no Chile. Ja nos primeiros minutos de vôo senti que iria sofrer durante o percurso, primeiramente pela turbulência que pegamos e depois por minha televisão (individual) não estar funcionando. Chegando no Chile, trocamos de avião e lá conheci uma porrada de brasileiros que também estavam indo para a Austrália. Brasileiro você sabe né, é o povo mais fácil de se reconhecer. É só olhar pro cidadão que você logo descobre de onde ele é. Conheci um diplomata brasileiro que nos tranquilizou com suas histórias de contos e causos sobre a alfândega australiana; uma gaúcha que estava indo para Gold Cost; Um cara muito engraçado, que na verdade era uma mistura de Fernandinho com Rafinha do BB8. O cara era de São José dos Campos e tinha uma família ja na Australia. Casou-se por lá e ja tinha uma filhinha. Conheci também uma pessoa que honra o nome que tem: Maria do Céu. Essa literalmente caiu do céu pra nós brasileiros, pois nos ajudou o caminho inteiro com seu inglês magnifico. Maria é uma mineirinha de BH que é casada com um australiano. Olha é impressionante como o povo brasileiro é solidário e engraçado. Formamos uma família dentro do avião, conversando, trocando experiências e dando muitas risadas.

Ao entrar no avião com destino à Oakland, Nova Zelândia, aconteceu talvez a coisa mais bizarra e engraçada de toda a viagem: Sentei na janela e no corredor, ao meu lado, me senta um cidadão da Nova Zelândia que, por incrível que pareça, era surdo, mudo e chato!!! Pensa na situação: Eu estava dentro de um avião, pronto para percorrer 12 horas SEGUIDAS de vôo e me senta do meu lado esse cidadão. Quando o cara chegou, pensei como todo bom brasileiro: puta vo fazer amizade com esse maluco e falar inglês a viagem inteira, ja vou treinando né?!! Não!! O cara já chegou com a cara amarrada, se esparramou pela cadeira, sim pois o cara era imenso, tipo uns 2 metros de altura, e sem perder tempo já lançou: Mmmmmmmmmm Mmmmmmm Mmmmmmmmm!!! Vai entender ne?!! Demorei uns 15 minutos pra entender que o cara era deficiente. Acho que por pena, o cara pegou a porra de um mapa e me mostrou a Nova Zelândia. Eu não sei se ele queria dizer que era de lá, ou se ele estava me mostrando pra onde iriamos com aquele avião!! Bom, após toda essa hospitalidade, é chegada a hora de comer algo no avião e adivinha: Lógico que sobrou pra mim né?!! A aeromoça veio e perguntou pro cara se ele queria frango ou pasta. Demorou umas 4 vezes pra ela entender que não adiantava gritar, pois o cara era surdo e mudo. Então o que aconteceu?? O cara olhou pra mim e disse: Mmmmmmmmmmmmm. Bixo, eu tenho cara de interprete de mímica, ou tradutor de alguma coisa?? Mas que caraio....olhei pra aeromoça, pro cara e decidi ajudar neh, então tive a brilhante idéia de imitar uma galinha (Chiken) e desenhei um macarrão pro cara ver que a outra opção era pasta.

Após a refeição, hora de ver um filminho neh?? Imagina ver somente 05 filmes, todos em inglês, sem legendas e todos muito chatos. Mas não tem o que fazer né?!! O pior era o cara olhando pra tela dele, passando o clipe do Oasis e ele fazendo um sinal de positivo pra mim. Vai entender né?!! Porra o cara é surdo e estava sem fone. Mas deixa pra lá.....Algumas horas depois a bexiga encheu e a vontade de ir no banheiro bateu forte. Esperei acabar o primeiro filme e pensei a hora é agora!! Quando olhei pro lado, o maluco roncando!! Pensei: Fudeu!! Como eu vo fazer pra ir no banheiro...chamar o cara não adianta. Posso chamar um trio elétrico pra tocar no ouvido dele que o cara não vai escutar, a solução vai ser cutucar o cara neh!! Mas como sou uma boa alma, resolvi segurar um pouco mais. Após 3hs minha bexiga não aguentava mais, então tive que cutucar o maluco: Tic Tic. Meu, só faltou o maluco deitar no chão com as mãos na cabeça. O cara deu um pulo e começou a falar desenfreadamente: Mmmmmmmmmmmmmmmmmmm Mmmmmmmmmmmmmmmmmm Mmmmmmmmmmmmmmmmmm Mmmmmmmmmmmmmmmmmmmm. Então olhou pra mim com cara de bravo e fez um gesto dizendo que não era pra eu cutucar ele. Porra!! Como assim?!! O que eu tinha que fazer então?? Tentar encontrar com ele no sono e pedir pra ele acordar?!! Fim da picada!! Sai xingando ele em português e a brasileirada tudo rindo: Ahhhhh manda esse filha da puta se fuder!!! Chegando no meio do corredor, o erro: Eu estava de meia e o corredor enxarcado. Como ja estava tudo molhado, resolvi seguir em frente e quando entrei no banheiro, meu Deus!!! Chão bizarro, coco na privada, um nojo!! Me arrependi. Quando voltei pro meu assento eu estava enxarcado, minha meia e minha calça, ambas molhadas e um frio do caraco. Pensei em tirar a meia, mas o frio era tanto que me acostumei com ela molhada mesmo.

Vocês não tem noção do que é passar 12hs dentro de um avião. Nossa é bizarro. Não tem o que fazer. Não tem posição pra durmir, não tem nada pra assistir, meu é enlouquecedor. Você olha pra fora do avião e o tempo parece não andar. Você vé a mesma escuridão da noite por 12hs seguidas. É bizarro. Após a tortura chegamos em Oakland. Eles revistam até sua alma. só faltou pedir o Passaporte do meu anjo da guarda. O aeroporto é irado, tudo muito bonito. Não esperamos muito e pegamos um outro avião, desta vez muito melhor, mais bonito e mais aconchegante para Sydney. Ali as 5hs de viagem foram tranquilas. Consegui dar umas cochiladas desta vez e quando você está chegando a Sydney, os caras colocam um vídeo mostrando a polícia agindo na alfândega. Da até medo de entrar no país. Você se sente até culpado. Não pode trazer nada. É tudo bem rigoroso. Você já sai do avião tremendo de medo. Chegando lá, tudo muito sussa. O cara te pergunta que que você ta fazendo lá e se tomou a vacina, porque pra eles o Brasil é uma selva, não tem televisão, telefone, presidente, roupas, nada!!

Passando mais uma vez por uma vistoria bizarra, um raio-x da sua bagagem, eu me despedi do pessoal e segui junto com a Maria do Céu pra um outro aeroporto, um pouco menor, pra pegar outro avião com destino à Perth. Alias, se não fosse a Maria do Céu eu estaria até agora no aeroporto de Sydney, preso, sem saber pra onde ir. Não da pra entender nada que essas porras falam. Eles falam muito rápido. Eu ia ficar no aeroporto certeza, estrelando o novo filme: Terminal 2. Porra é impossível sair de lá. E pra comprar um cartão telefônico então?!! Meu Deus, a mulher mostrou a loja inteira pra mim até descobrir o que eu queria. No avião pra Perth, um puta boing gigante, muito grande mesmo, pensei: nossa, agora sim neh!! O pessoal reclama que no Brasil nada funciona, tudo atrasa e etc... pura balela. Ficamos 1h esperando um casal, dentro do avião. Fim da picada né?!! Os australianos, tudo quietinhos, sentados, esperando sem abrir um misero "A". Enquanto de repente você escuta de um:

- Caraco, mais 10 minutos?? Ta de sacanagem??
- Puta merda, quem é esse filho da puta que tá demorando tanto??
- Que??? Crise dos controladores aqui na Austrália!! hauhauhauahuahua e falam do Brasil.
- Nossa, dá uma olhada na cara desta aeromoça!!
- Nossa olha o bermudinha ali do brother?!! hauhauahuahuahuaha meia até o joelho, parece um lenhador!!

Uma pérola melhor que a outra. Brasileiro é o melhor povo disparado!! Muito criativo. Nunca ri tanto na minha vida!! Mas na boa, cá pra nós o povo australiano é muito bonito mas muito brega. Não sabe se vestir. Os caras: Shortinhos acima do joelho, blusão, meião até o joelho, barba estilo Bin Laden, careca e óculos escuro!! As mulheres: Saia no umbigo.bizarro. Saudades daquelas beldades brasileiras: Shortinhos, vestidinhos colados, top, sensualidade hummmm coisas que só as mulheres brasileiras têm e de sobra!!!! Bjos a todos!!

6 comentários:

nuria disse...

Igão! Que legal seu journal! Desejo tudo de bom aí, muitos pulos altos de cangurígor!!Estamos com saudades de seu bom-humor por aqui! Quanto ao surdo-mudo... bem, digamos que ele deu sinais de simpatia...os coalas da nova zelândia também são mudinhos...e também passam não sei quantas horas dormindo... ou seja, digamos que ele deu as boas vindas ao estilo da terrinha dele, ué!! Beijão da Dri da Expanding!!

Rafael disse...

haeheaa Simplesmente Sensacional Igão, mas se vc pensou que iria estrelar o filme Terminal 2 imagina minha avó viajando dia 21 de junho pro Canadá haehae, isso que vai ser aventura :), bração muleke, saudades de ti, t+++

Célia disse...

Oi Igor!!!
Bom só hj tomei conhecimento do seu blog, por isso estou postando nos seus 2 jornais. No primeiro chorei... nesse eu ri muito!!!! O pior é que eu fiz uma cirurgia na boca e estou sem poder falar, ou seja sofri para rir hahahahahahah. Mas valeu a pena. Adorei receber noticias suas e dessa forma tão bem humorada, acredito que essa seja a melhor forma de vivermos e encararmos a vida, com leveza fica bem mais facil.
Seu folder foi um sucesso, só elogios!!!!!! Você recebeu muitos PARABENS!!!!!!!! pena que vc não estava aki no lançamento do projeto. Mais uma vez sucesso e muito obrigado!! Agora vou ficar antenada no seu blog para saber noticias.
Bjs e fique com Deus

patricia disse...

Amooorrr....acho melhor a gente se encontar na Europa ou EUA. não quero passar esse perrengue de 12h num avião alagado....rs
tirando o final do post. sobre brasileiras de shorts e sainhas, eu adorei as hitórias
sinto sua falta. mtos beijoosss, sonhe sempre comigo

Iara disse...

Iguinhooo! Ah muitooo bom seu blog!
Meu, casquei de dar risada aqui sozinha hahaha Parece que é tu falando mesmo....continue escrevendo sempre! Tá muito divertido! Aproveita aee!
Bjoocas

Wellington disse...

Igão meu cabeçudo preferido.. hahahaha hilário o seu relato.. me mijei de rir... velho.. vc foi de avião ou de barco.. que papo é esse de avião alagado... hahahaha...continue escrevendo que vou acompanhar. Grande abraço velho, boa sorte e qq coisa estamos aí. Assinado: feio. haahahaha Wellington (se é que precisava explicar)